A DEPRESSÃO não é o problema

Por muitos anos a comunidade científica, principalmente da área médica e psiquiátrica, vem relatando a #depressão como uma doença. Há também grandes pesquisadores, médicos e psiquiatras, que afirmam que a depressão não é uma doença. Em meio a essa discursão estão milhões de seres humanos sofrendo uma dor interna muito profunda por viverem em um loop (giro) de pensamentos intensificados por imagens, sons e sensações de pessimismo e negatividade sobre suas próprias vidas.

 

Partindo do princípio que, o mais importante não é o que acontece, mas o significado que dou para o que acontece, fica mais fácil compreender que seus sentimentos estão diretamente ligados ao modo pelo qual você foi ensinado a perceber o mundo. 

O caso real abaixo pode te ajudar a entender melhor.

Certa vez um pai chega do trabalho por volta das 18h e não encontra seus dois filhos, um garoto de 9 e outro de 10 anos de idade. Ele apenas encontra a esposa muito preocupada com sumiço das crianças e então começa uma trajetória de ligações tendo que pedir ajuda para polícia local. Lá pelas 22h os dois meninos chegam em casa rindo e com o corpo todo lameado de barro e argila.  A mãe abraça os dois chorando e o pai pergunta-lhes onde estavam e eles dizem: "Estávamos no rio tomando banho, rindo e brincando.

Perceba que aconteceu o mesmo evento de igual modo com os dois garotos, porém cada um atribuiu um significado completamente diferente. O garoto que não compreendeu a intenção do pai como positiva, carregou dentro de si uma mágoa profunda do pai e, ao longo da vida, ele teve diversos problemas de relacionamento com professores, chefes de trabalho e qualquer outra pessoa que tivesse uma representação de "autoridade".  Aos poucos, veio a decepção consigo mesmo de não saber lidar com pessoas e situações que lhe exigiam regras e os pequenos problemas lhe sugavam muita energia e lhe trazia o esmorecimento, deixando-o cada vez mais pensativo sobre "tantas coisas ruins que a vida lhe trouxe". Para completar, ele foi diagnosticado com um câncer no estômago e a partir daí, a mente desse rapaz entra em parafuso e ele se isola do mundo ficando recluso de si e intensificando ainda mais as imagens, sons e sensações de tristeza, angústia e pesar.

 

Seu comportamento chama a atenção da família e amigos, então ele começa a receber mensagens de otimismo e força. Pela primeira vez ele se permite ter a experiência de ser acolhido e percebido pelas pessoas, pois na verdade, durante todo esse tempo, as pessoas da família e amigos buscavam ajudar, mas ele não aceitava. Havia dentro dele uma revolta muito grande e agora, estando depressivo e muito doente, ele passou a perceber que seria necessário aceitar ajuda. Nesse momento ele passa acreditar que se ficar bem de saúde e sair da depressão, ele perderá a atenção das pessoas, aí surge o chamado GANHO SECUNDÁRIO e quando isso acontece, as manobras medicamentosas ou terapêuticas se tornam quase que nulas, pois existe uma segunda força emocional (que é positiva) mantendo a depressão como uma forma de ganhar tais atenções de amigos e da família.

O caso acima é real e a HipnoseNeural® pôde ajudar esse rapaz quando ele decidiu olhar para dentro de si a fim perceber que o problema não era os medicamentos tarja preta que ele queria "se livrar" ou o sentimento de angústia que o perturbava ou a notícia do câncer que lhe foi acometido, mas a representação mental sobre algo que aconteceu com ele na relação com seu pai. 

 

Hoje esse rapaz se encontra muito bem, o câncer regrediu e hoje ele é uma pessoa que aceita melhor seus papéis na vida e se sente livre para servir e ser servido pela família, amigos e colegas de trabalho.

O papel do Psiquiatra é de fundamental importância para lhe devolver um estado emocional adequando para que você possa buscar alternativas terapêuticas e consequentemente, alcançar o equilíbrio que busca. 

Toda prescrição médica deve ser respeitada.

Conforme você leu anteriormente, "o mais importante não é o que acontece, mas o significado que dou para o que acontece", e com base nesse princípio, a HipnoseNerual visa colocar você em um estado de foco, atenção e concentração para sentir as emoções que verdadeiramente te fariam bem caso você tivesse maturidade para encarar o evento causador inicial, porém no momento do acontecimento não teve, mas tendo a mente que você tem hoje certamente você saberia lidar melhor com isso.

A Hipnose Neural® é um tratamento breve, pois age com foco na causa do problema acessando recursos naturais da mente subconsciente de maneira rápida e efetiva, gerando um estado de confiança e equilíbrio.

 

Por ser uma terapia breve, você terá uma consulta inicial a fim de compreender como será efetivado o tratamento e depois é iniciado o tratamento que pode compreender até duas sessões e mais uma sessão de retorno.

Normalmente as pessoas decidem buscar ajuda quando o quadro depressivo compromete o trabalho, casamento ou a perda das amizades. Nesses casos, o Psiquiatra tem um papel fundamental, porém muitos que são medicados perdem o foco em resolver o problema causador da depressão e ficam ansiosos por "querer parar de tomar o medicamento", sem buscar outras possibilidades. 

O pai que amava 
seus dois filhos

A Hipnose Neural ® é um tratamento livre de medicamentos, pois utiliza  recursos naturais da mente subconsciente para promover solução sobre o evento causador inicial da depressão e não sobre os sintomas. Eliminando assim a causa, os sintomas desaparecerão e não o contrário como a depressão é tratada por meio de terapias tradicionais.

Subitamente o pai é tomado por um acesso de raiva que o deixa agressivo e grita: "Eu havia avisado várias para vocês ficarem longe daquele rio!!! Vocês poderiam ter morrido! Passa para dentro do quarto agora!" Então o pai pega o cinto e dá uma surra de igual tamanho nos dois garotos...

 

O tempo passa e 20 anos depois, um dos garotos diz: "depois daquela surra eu me tornei um homem de verdade." e outro diz: "meu pai, aquele miserável."

O que surpreende as pessoas ao buscarem a HipnoseNeural® é saberem que o tratamento se baseia em eliminar a causa da depressão e não os sintomas que ele provoca

O ganho secundário é a percepção enviesada de que existe algo bom em viver uma situação negativa e que pode ser perdido caso consiga melhorar.

Depressão

Existe Solução

Queremos te ajudar superar a depressão ainda hoje,

clique no botão abaixo.