K1024_HIPNOEMOCIONAL%202_edited.jpg

Por incrível que pareça, o que você vai ler agora é uma grande verdade sobre #ansiedade.

Imagina que você está construindo uma casa e, entre os 5 operários, existe um (apenas 1) que está sempre puxando a equipe a fazer as cosias e concluir o mais rápido possível a obra. Esse operário mais ativo chama a atenção dos outros para pintar as paredes, pois o cimento já está seco e bater o piso nas áreas que estão compactadas. E, quando você vê a obra andando a cada dia, você fica feliz e entende a importância de ter aquele operário à frente da obra.

Acredite! Esse operário é um ANSIOSO! Perceba que o problema não é a ansiedade, o problema é a intensidade com a qual ela está sendo exercida sobre seus pensamentos: como querer fazer algo fora do tempo adequado ou pensar que não dará tempo de fazer ou será incapaz de fazer.

O Problema não é a ANSIEDADE

Ninguém melhor que você para reconhecer, em si, a intensidade das emoções que são palco para a ansiedade: medo e raiva.

 

Essas duas emoções ativam rapidamente seu mecanismo biológico de luta (raiva) e fuga (medo) de acordo as representações que você dá para o que você vê, ouve e sente. Dessa forma, os sintomas que tanto te incomodam vem da ativação desse sistema de luta e fuga. O problema é quando a sua imaginação intensifica determinados pensamentos ameaçadores. 

 

Veja alguns sintomas que podem afetar toda sua fisiologia com as seguintes reações:

  • Dor ou aperto no peito

  • Palpitações, coração acelerado

  • Tensão muscular, causando dor nas costas

  • Falta de ar ou respiração ofegante

  • Irritabilidade e dificuldade para dormir

  • Ejaculação precoce ou baixa libido

  • Balançar das pernas, braços, pés ou mãos

  • Movimento involuntário dos músculos

  • Nó na garganta, enjoos e vômitos

  • Tontura, fraqueza ou sensação de desmaio

  • Dor de barriga, até mesmo diarreia

  • Roer as unhas ou puxar fios de cabelos

  • Falar muito rápido, tropeçar nas palavras

Há também os sintomas de ordem emocional:

  • Dificuldade de concentração

  • Preocupação excessiva 

  • Nervosismo, agressividade

  • Medo constante ao ponto de se desanimar

  • Sensação de que algo ruim vai acontecer

  • Pensamentos desordenados

  • Julgamento negativo sobre o futuro

  • Visão negativa da realidade

  • Esmorecimento constante 

  • Falta de memória

  • Procrastinação 


Os sintomas são alertas para chamar sua atenção sobre algum conflito emocional em sua mente subconsciente para que você, de forma consciente, busque ajuda. Não é tratando o sintoma que chega a cura, seria o mesmo que esvaziar o balde e não acabar com a goteira.

Você pode tomar remédios e sentir que os sintomas desaparecem, porém se nesse meio tempo você não tratar a causa desses sintomas, infelizmente retornará a senti-los.

É como alguém que cai e quebra o braço, toma morfina, a dor passa e não vai ao hospital achando que está tudo bem e logo que o efeito da morfina passa, a dor volta. Os remédios devem ser tomados? SIM!

E somente o Médico que recomendou deve dizer quando parar, porém é importante que cada pessoa busque uma estratégia complementar para sua cura.

A Hipnose Neural é um tratamento breve, pois age com foco na causa do problema acessando recursos naturais da mente subconsciente de maneira rápida e efetiva, gerando um estado de confiança e equilíbrio.

 

Por ser uma terapia breve, você terá uma consulta inicial a fim de compreender como será efetivado o tratamento e depois é iniciado o tratamento que pode compreender até 03 sessões (duas sessões e mais uma sessão de retorno).

Diante dos intensos sintomas apresentados acima e sendo vítima do TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizado) e da Síndrome do Pânico, a senhora Marizete relata com detalhes, como foi sua jornada para cura. Assista o vídeo abaixo. 

Mas como saber se a ANSIEDADE que sinto pode me prejudicar?

O que surpreende as pessoas ao buscarem a HipnoseNeural é saberem que o tratamento se baseia em eliminar a causa da ansiedade e não os sintomas que ela provoca

Como tratar a ANSIEDADE

Solução para ansiedade

Queremos te ajudar superar
a ansiedade ainda hoje,

clique no botão abaixo.